segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Relatório Sumário do Forum Arquidiocesano sobre o Meio Ambiente

Relatório Executivo do Forum Arquidiocesano sobre o Meio Ambiente
Sistematizadores: Ângelo José Ignácio; Jorge Atilio Silva Iulianelli.
Preâmbulo
Realizou-se aos 3 de dezembro de 2016, na Paróquia de Santana, Vicariato Urbano o Forum Arquidiocesano sobre o Meio Ambiente. Dele participaram 117 pessoas vindas dos diversos vicariatos.
Da Preparação
Entre os meses de agosto e novembro houve quatro reuniões preparatórias do Forum, duas das quais com a participação das pastorais sociais da Arquidiocese. Três delas ocorreram na Mitra Arquidiocesana e uma delas na Paróquia São João Batista, em Jacarepaguá. Decidiu-se pela inscrição via internet e por meio de divulgação (fichas) nas paróquias. Foram constituídas equipes de recepção, cadastramento, alimentação, monitoria dos grupos. Havia expectativa de palestras sobre Laudato Si (Pe. Joel P. Amado); sobre Coleta Seletiva (Rede D. Helder e Inea); Papel do Leigo e Controle Social (PMA, Ângelo); Campanha da Fraternidade 2017 (Carmem). Também decidiu-se que o Forum seria realizado no Centro da cidade do Rio de Janeiro, para facilitar a participação. Por isso, o local escolhido foi a Paróquia de Santana.
Da Realização
A equipe estava combinada de chegar ao local às 7h30. O horário previsto para o início era 8h00, para inscrições e lanches. As atividades iniciaram às 9h30, com a abertura animada pelo Pe. Marcos Vinicius. Houve as seguintes palestras: Laudato Si (pessoa da paróquia S. João Batista); Leigos e Controle Social (Ângelo); Campanha da Fraternidade (Carmem). O lanche aconteceu às 10h40. Os grupos iniciaram as atividades às 11h. Os participantes foram divididos em 10 equipes. Cada equipe conversou sobre quais os principais problemas ambientais e as responsabilidades, conforme o roteiro previamente definido. As 11h45 houve a participação de dom Orani. 12h00 houve a plenária com as indicações dos grupos. As atividades foram encerradas às 13h00.
Das indicações que vieram dos grupos sobre o maior problema ambiental?
[Foram anotadas as recorrências de informações dos cartazes. A tabela abaixo é apenas indicativa dos totais]

Ordem
Tema
Incidências
- Educação Ambiental (Conscientização, Consumo consciente)
34
- Saneamento básico (lixo, água e esgoto)
32
- Resíduo sólido (Coleta Seletiva, Reciclagem e Reutilização)
25
- Controle Social/Leis Ambientais
9
- Saúde
6
- Ações ambientais nas paróquias
- Moradia
- Poluição dos rios
5
- Desmatamento;
- Limpeza Baía de Guanabara,
1
- Outros,
14

Dos participantes (dados quantitativos)
Vicariatos
Sub
Urb
Norte
Leopold
Sul
Oeste
Jacarep.
Sta. Cruz
Totais
Homem
5
4
3
4
7
3
4
2
32
Mulher
16
4
11
12
10
4
13
3
73
Totais
21
8
14
16
17
7
17
5
105

Equipe: 8 pessoas
Pessoas de Outras Dioceses: 4 pessoas (Arq. de Niterói [3]; Diocese de D. Caxias e S. João de Meriti [1])
Total Geral: 117
Agradecimentos
Primeira e prioritariamente ao pe. Marcos Vinicius pelo empenho, espírito solidário e carinho com a Pastoral do Meio Ambiente.
Em segundo lugar, às pastorais do Vicariato da Caridade Social, em especial à Pastoral da Sobriedade, pela simpatia, empenho e disponibilidade.
Aos padres Sacramentinos, pela liberação do espaço e dos equipamentos, pela acolhida e solicitude pastoral.
A coordenação e equipe da Pastoral do Meio Ambiente pela condução do processo, em especial àquelas e aqueles que durante a atividade permaneceram atuantes e cooperativos.


--- oooOOOooo---

FORUM ARQUIDIOCESANO SOBRE MEIO AMBIENTE





sexta-feira, 22 de julho de 2016

DATAS COMBINADAS NA REUNIÃO DA PMA, 22 DE JULHO DE 2016

Hoje, 22 de julho, a comissão de cooredanação da PMA, com o assessor eclesiástico, Pe. Marcos Vinicius, e assessores do Inea, reuniu-se na Mitra, Brevemente divulgaremos a ata. Para podermos organizar nossa agenda divulgamos as datas de ações previstas:

PARA PARTICIPARMOS

22 e 23 de julho há na Candelária a Vigília das Mães da Candelária, em memória das crianças e adolescentes assassinados na Chacina da Candelária (há 20 anos)

1ª Agosto, na Cinelândia, Vigília da Dignidade, todos pela dignidade nas Olimpíadas, contra toda forma de exclusão e em favor da Democracia (https://www.facebook.com/events/1170464442973984/)

AGENDA DA PMA

1) Data e horário: 4 ago, 10h
Local: Mitra
Objetivo: Reunião da Coord. da PMA 

2) Data e horário: 13 ago, 10h
Local: Ig. S. Fco. Xavier
Objetivo: Preparação da Jornada Ambiental do Vicariato Norte e primeiras ideias sobre o curso de formação de agentes ambientais e forum cidadania e meio ambiente

3) Data e horário: 3 set (dia inteiro)
Local: a definir
Objetivo: Planejamento 2017 PMA

4) 15 e 22 de out. (dia inteiro)
Local: Ig. N.S.Santana (Centro) Objetivo: Curso Inea/Formação de Agentes Ambientais

5) 12 novembro (dia inteiro)
Local: Auditório da Mitra
Objetivo: Forum Cidadania e Meio Ambiente - 


segunda-feira, 18 de julho de 2016

Para nossa formação: A economia precisa estar subordinada à ecologia

Entrevista com Carlos Ritti, divulgada pelo site IHU, sobre retrocessos no cuidado com a Casa Comum proposto pelo Projeto de Lei 654/2015 em discussão no Senado. Segundo Carlos Ritti, é necessário que a produção e o consumo sejam redesenhados. O modelo de desenvolvimento, imperante no Brasil e no mundo, fundado sobre o combustível fóssil, coloca a vida de todos os seres vivos no planeta em risco.O mapa abaixo é parte da entrevista nele se identificam os efeitos das mudanças climáticas no Brasil.

Leia a entrevista clicando aqui.

Mapa dos Efeitos das Mudanças Climáticas


domingo, 17 de julho de 2016

SOMOS DIGNIDADE

A Pastoral do Meio Ambiente está participando da articulação para a Vigília da Dignidade. Esta é uma ação coordenada com a organização internacional de promoção dos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais, PDHRE Peoples Movement's for Human Riights Learning (Movimentos Populares para Aprendizagem em Direitos Humanos - site em inglês: http://www.pdhre.org/about.html). Neste momento, em vários países se produzem atos de afirmação dos direitos dos povos diante da produção de megaeventos como as Olimpíadas. No Rio de Janeiro e em outras cidades do Brasil se produzirão atos. No Rio de Janeiro, será no dia 1º de agosto, na Cinelândia. A próxima reunião de articulação será na quarta-feira. Ângelo Ignácio tem acompanhado essa articulação.

Você pode visitar e se inscrever para participar da Vigília no link.

Maiores informações sobre a Vigília da Dignidade no site de Koinonia, nesse link.


Ontem, 16 de julho, ocorreram dois eventos da PMA/RJ. Em Sepetiba, como estava previsto, houve a Jornada Ambiental, uma articulação Inea/Arquidiocese, atividade formativa com ampla participação. Na Tijuca, com presença de pessoas de cinco vicariatos e de duas outras dioceses (Nova Iguaçu e Niterói), houve o curso de formação para agentes de pastoral ecológica e do meio ambiente

Ontem, 16 de julho, ocorreram dois eventos da PMA/RJ. Em Sepetiba, como estava previsto, houve a Jornada Ambiental, uma articulação Inea/Arquidiocese, atividade formativa com ampla participação. Na Tijuca, com presença de pessoas de cinco vicariatos e de duas outras dioceses (Nova Iguaçu e Niterói), houve o curso de formação para agentes de pastoral ecológica e do meio ambiente. O processo de divulgação da Pastoral do Meio Ambiente avança. Há cada vez maior construção de uma cultura pastoral da necessidade de criação de equipes paroquiais, ações pastorais - na catequese, na liturgia, no diálogo entre as pastorais sociais - para disseminação da consciência ambiental e de uma atitude promotora da justiça socioambiental.


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Jornadas Ambientais: 16 de Julho, na Paróquia Santa Edwiges e São Pedro

As Jornadas Ambientais e curso de formação da Pastoral da Ecologia e do Meio Ambiente

Será realizada no dia 16 de julho, na Paróquia Santa Edwiges e São Pedro, na qual está pároco o Pe. Geraldo Marques, a terceira Jornada Ambiental da Arquidiocese do Rio. As jornadas dão continuidade ao tema da Campanha da Fraternidade 2016. Maiores informações sobre este encontro aqui.

Houve no dia 16 de março de 2016, na Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista, a primeira jornada, confira a notícia.

primeira jornada ambiental foi em Jacarepaguá, no dia 21 de maio, na Paróquia de São João Batista, no Rio das Pedras.

A segunda jornada ambiental foi em Realengo, em junho, na Paróquia Divino Espírito Santo

A arquidiocese promoverá no dia 10 de julho o curso de formação da Pastoral da Ecologia e do Meio Ambiente, para isso propõe que seja lido o livro de Rodrigo Borba e José Carlos Pereira, contatos podem ser feitos com José Miranda para participar do curso, maiores informações aqui.


Comissão Arquidiocesana da Pastoral do Meio Ambiente

A Comissão Arquidiocesana está formada desde fevereiro de 2016. A pastoral do Meio Ambiente, em 2016, tem sua ênfase nos temas da Campanha da Fraternidade, que visou a questão do saneamento básico. A Comissão Arquidiocesana da Pastoral do Meio Ambiente é composta por Ângelo Ignacio (Vicariato Oeste), Cláudio Santos (Vicariato Suburbano), Ana Lilia e Laise de Oliveira Pinheiro (Vicariato Norte), Abilio Tozini (Vicariato Sul) e Lúcia Maria (Vicariato Santa Cruz).

terça-feira, 21 de junho de 2016

Atividades da Pastoral do Meio Ambiente nas Jornadas do Meio Ambiente

A Pastoral do Meio Ambiente está inserida nas Jornadas de Meio Ambiente, uma promoção da Secretaria Estadual de Meio Ambiente com a Arquidiocese do Rio de Janeiro, que tem se desenvolvidos nos diferentes seccionais dos Vicariatos. As duas primeiras ocorreram na Paróquia São João Batista (Vicariato Jacarepaguá, Rio das Pedras) e na Paróquia Divino Espírito Santo (Vicariato Oeste, Realengo). A próxima atividade será na Paróquia Santa Edwiges e São Pedro (Vicariato Santa Cruz). Maiores detalhes serão fornecidos brevemente.


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Pastoral do Meio Ambiente colabora com a reflexão sobre CFE 2016 no Vicariato de Jacareoaguá

As Pastorais Sociais do Vicariato de Jacarepaguá realizaram seu encontro de Quaresma no dia 20 de fevereiro de 2016. Estiveram presentes 30 pessoas de 6 pastorais sociais (Pastoral Familiar, Pastoral da Criança, Escola de Evangelização Santo André, Pastoral de Favelas, Vicentinos, Pastoral do Trabalhador) presentes no Vicariato Jacarepaguá. A coordenação do setor Pastoral Social do Vicariato, Ângela, Jo e Shirley convidaram para assessorar a Ir. Mercedes Lopes (CEBI) e Jorge Atilio Iulianelli da Pastoral do Meio Ambiente e assessor de KOINONIA - Presença Ecumênica e Serviço. Durante a manhã se refletiu sobre (1) as relações entre água, saneamento básico e ação transformadora e promoção da justiça socioambiental, a partir da Encíclica Laudato Si, do texto base da CFE 2016 e de dados referentes à situação do saneamento básico no Brasil e no Rio de Janeiro - foi utilizado material disponibilizado da Cnbb; (2) e se refletiu sobre o livro do profeta Amós, pastor de gado, que enfrentou os poderes do Império babilônico e dos sacerdotes israelenses que se dobravam ao Império, ele denunciou as formas com as quais as autoridades deixavam de cuidar do povo, deixavam de se preocupar com a justiça socioambiental;

Clique aqui para acessar a apresentação PPT (adaptação de material da Cnbb)